em Dicas e; Truques, Para pais

Qual é o grande truque por atrás de ser capaz de falar claramente? Ser capaz de ouvir outras pessoas falar claramente.

Quando seu filho ouve alguém falar, irá utilizá-lo como um modelo de fala correta. Em seguida, quando falar, vai ouvir a si mesmo e compara a forma como eles soam com o modo que ouvem outras pessoas falar. Se o que falar soar da mesma maneira, seu filho vai saber que está falando corretamente. Se os sons da fala não coincidirem, seu filho irá tentar novamente até que conseguir.

Uma regra de ouro

As crianças vão dominar alguns sons mais cedo do que outros. Na maior parte dos casos aplica-se uma regra geral para medir seu nível de desenvolvendo1:

  • Aos dois anos, alguém não familiarizado com sua voz deve compreender cerca de 50% do que diz.
  • Aos três anos, alguém não familiarizado com sua voz deve compreender cerca de 75% do que diz.
  • Aos quatro anos, alguém não familiarizado com sua voz deve compreender cerca de 100% do que diz.

Isso não significa que estará falando claramente com 100% de precisão – uma criança de quatro anos tipicamente ainda cometerá alguns erros ao falar – mas devemos ser capazes de compreender o que ela diz.

Expressando-se oralmente com deficiência auditiva

Para uma criança com deficiência auditiva, há muitos fatores que afetam o desenvolvimento da fala. Por exemplo: o nível da deficiência auditiva, o tempo que já utiliza um aparelho auditivo ou implante coclear, quando começaram a usá-lo e a frequência de utilização, o tipo de reabilitação a que está submetida etc.

Embora alguns desses fatores estejam fora do seu controle, use as seis técnicas seguintes para ajudar a criança a desenvolver as habilidades auditivas necessárias para falar claramente.

1. Fale mais

Seja mais loquaz. Fale sobre o que está fazendo, o que seu filho está fazendo, o que sente e pensa e o que pensa que seu filho está pensando e sentindo.

Quanto mais o seu filho o ouve falar palavras corretamente, melhor eles saberão pronunciá-las corretamente.

2. Fique mais próximo de seu filho

Quando você conversa com o seu filho, fique no mesmo nível dele. Aproxime-se, curve-se ou ajoelhe-se de modo a estar mais próximo dele e de seu processador de áudio.

Ao se aproximar, você está tornando mais fácil para o seu filho escutá-lo. Isso faz sua fala se destacar do ruído de fundo. Desta forma, seu filho vai ser capaz de ouvir claramente os detalhes sonoros de sua fala.

3. Ouvindo primeiro

Antes de você mostrar ou fazer algo, fale. Ouvir o que você diz irá ajudar seu filho a desenvolver suas habilidades auditivas. Adicionar deixas visuais para ajudar seu filho compreender apenas depois de ele ter uma oportunidade de ouvir as informações. Isso ajuda seu filho a desenvolver a área auditiva de seu cérebro, que é o que irá utilizar ao monitorar a própria fala.

4. Ênfase verbal

Ênfase verbal vem a ser o realce de palavras de modo que elas se destaquem. Se seu filho estiver trabalhando determinadas palavras ou sons, você poderá destacá-los falando-os em tom ligeiramente mais alto ou ligeiramente mais devagar do que as outras palavras ou usando um cantarolado ao pronunciá-los.

Isso ajudará seu filho a se concentrar na palavra ou o som específico na palavra.

5. Faça perguntas com opções

Faça perguntas de múltiplas escolhas Por exemplo, se você está centrado no desenvolvimento de um determinado som, como /b/, você poderia dizer: “Você quer bala ou bolacha?”

Isso lhe dá a oportunidade de repetir certas palavras focando um determinado som de modo que seu filho tenha duas chances de ouvi-lo e a oportunidade de praticar sua pronúncia.

6. Cause um dilema

Crie uma situação em que a criança tenha que vir até você e lhe dizer algo. Por exemplo, você pode colocar um dos seus brinquedos favoritos fora de seu alcance.

Isso dará a seu filho a oportunidade de dizer algo por iniciativa própria. E isso lhe dará a oportunidade de reforçar o que ele disse – se ele pronunciou corretamente ou repeti-lo com as devidas correções – se ele não o fez.

Este post foi escrito com o auxílio de Rebecca Claridge, um patologista da fala e da linguagem.

 

Inscreva-se no blog da MED-EL para receber mais dicas importantes como esta, que serão enviadas diretamente para a sua caixa postal eletrônica toda semana!

 

Referências

  1. Coplan, J., Gleason, J.R. (1988) Unclear speech: recognition and significance of unintelligible speech in preschool children. Pediatrics. 82(3 Pt 2):447-52.
  2. Ertmer, D.J., Goffman, L. A. (2011.) Speech Production Accuracy and Variability in Young Cochlear Implant Recipients: Comparisons with Typically Developing Age-peers. Journal of Speech Language and Hearing Research. February; 54(1):177–189
  3. Fulcher, A., Baker, E., Purcell, A. & Munro, N. (2014). Typical consonant cluster acquisition in auditory-verbal children with early-identifies severe/profound hearing loss. International Journal of Speech-Language Pathology. 16(1):69-81
  4. McLeod, S. & Bliele, K. (2003). Neurological and developmental foundation of speech acquisition. American Speech-Language –Hearing Association Convention: Invited seminar presentation. Chicago.

Comments

Postagens recomendadas