em Tecnologia

Você já se submeteu a um exame de ressonância magnética ou conhece alguém que já o fez? Um exame de ressonância magnética é um procedimento médico de rotina, mas quando se fala sobre RMN e implantes cocleares, por vezes existem questões a considerar. Continue a ler para saber dessas questões e por que o novo implante coclear MED-EL SYNCHRONY é mais seguro do que qualquer outro IC durante uma RMN.

O que é um exame de RMN?

“RMN” significa “ressonância magnética nuclear”, e vem a ser uma tecnologia que permite aos médicos ver imagens detalhadas do interior do corpo humano. Estas imagens são realizadas por muitas razões, incluindo diagnosticar ou investigar mais detalhadamente uma doença ou condição física, bem como realizar o acompanhamento após um procedimento médico.

Como o nome sugere, uma imagem de RMN é gerada com o auxílio de ímãs. A força de um ímã de RMN é medida em unidades chamadas Tesla, e as forças dos equipamentos de RMN em hospitais variam de 0,2 a 3,0 Tesla.

Uma grande vantagem de uma RMN mais poderosa, como aquela que trabalha a 3,0 Tesla, é sua capacidade de gerar uma imagem de alta resolução. Isso é importante porque uma imagem com resolução maior permite que o médico visualize a área da imagem mais claramente, de modo que ele será capaz de fazer um melhor diagnóstico ou plano de tratamento.

RMN e implantes cocleares

Assim, se uma RMN de maior potência é melhor, por que não são sempre usadas em pacientes com IC? A resposta é simples: não é seguro usar alguns ICs próximos de RMN de alta potência. Isso se deve, em grande parte, aos ímãs presentes na RMN e no IC. Quando esses ímãs interagem entre si, algumas coisas acontecem: o implante pode se mover e em alguns casos pode até se desalojar.

Até a chegada do IC SYNCHRONY, havia duas maneiras de contornar esse problema. A primeira era utilizar uma RMN de potência inferior e a segunda, remover cirurgicamente o ímã do implante. Nenhuma destas opções são ideais. Ressonâncias magnéticas de menor potência têm uma resolução menor e a remoção do ímã exige uma cirurgia antes da RMN para removê-lo e outra após para reposicioná-lo

Implante Coclear SYNCHRONY

O IC SYNCHRONY é o único implante coclear seguro para RMN a 3,0 Tesla – mesmo sem remoção do ímã. Até o momento, alguns implantes cocleares podiam ser usados com RMN a 3,0 Tesla, porém fazê-lo exigia a remoção cirúrgica do ímã.

Como o SYNCHRONY faz isso? A resposta está no revolucionário design do seu ímã.

Todos os ímãs têm dois lados, tendo cada um uma forma específica de atrair outros objetos magnéticos (positivo e negativo). Você pode observar esse fenômeno colocando um ímã próximo de outro. Lados semelhantes sempre se repelirão e os opostos sempre se atrairão. Isto é importante em imagens de ressonância magnética porque cada lado do ímã será afetado pelo campo magnético da RMN de forma diferente, o que pode fazer com que o implante a seja atraído pelo campo magnético.

Mas, como o ímã do IC SYNCHRONY gira livremente dentro da cápsula, não é afetado pelo campo magnético de uma RMN a 3,0 Tesla. Isso significa que ele é mais seguro e confortável, sem repuxões magnéticos no implante ou o risco de desmagnetização.

Ímã removível

E para aqueles casos raros onde o médico prefere a extração do magneto, o seguro ímã do IC SYNCHRONY também é removível.

Caso deseje saber mais sobre o implante coclear SYNCHRONY, por que não visitar o website da MED-EL ou assistir o vídeo? Se tiver qualquer pergunta, basta deixar um comentário abaixo.

O implante coclear SYNCHRONY pode ainda estar aguardando aprovação ou estar indisponível em sua região.

Comments

Postagens recomendadas