em Dicas e; Truques, Para pais

Um livro de registro das experiências é como um diário, exceto que ele é feito para você e a seu filho lerem juntos. Para uma criança com perda auditiva um livro que registre suas experiências pode ser uma valiosa ferramenta para aprender e praticar as habilidades auditivas e de comunicação que ele irá usar durante toda sua vida. Elas são fáceis de montar e podem sempre que se desejar.

Ajude seu filho a desenvolver habilidades auditivas

Um livro de registro de experiências pode:

  • Ajudar a acompanhar o desenvolvimento auditivo ao longo do tempo.
  • Ajudar a rever os objetivos antigos e definir novos.
  • Melhorar o seu desenvolvimento da linguagem da criança.
  • Manter as lembranças todas em um só lugar.
  • Conectar o seu filho à família e amigos.
  • Criar um vínculo mais forte entre você e seu filho.
  • Dar suporte à terapia que o seu filho recebe de seu audiólogo.

Preencha o livro de experiências com sua história

Você pode fazer um livro de experiências a partir de quase tudo. Pode ser tão simples como amarrar juntas algumas folhas de papel ou usar um caderno. Pode ser também tão complexo como um kit de livros de recortes pré-fabricados ou um livro memórias ou um álbum de fotos.

Uma boa ideia quando iniciar seu livro de experiências é organizá-lo em torno de um tema central. Por exemplo, pode montar um sobre férias que você e sua família gozarão juntos.

Então, quando estiver passeando, comece a coletar lembranças de suas experiências:

  • Registrar lembranças:
    • Tire fotos durante todo o dia
    • Obtenha alguns cartões postais dos locais onde esteve
    • Guarde tíquetes de entrada ou folhetos de lugares que visitou
    • Encontre alguns itens finos, como folhas ou tecidos dos lugares onde esteve e que você poderia colocar dentro do livro.
  • Escreva poemas ou músicas ou desenhe imagens sobre o que você fez durante cada dia

Juntando tudo

Então assim que voltar para casa, junte todas as lembranças!

  • Prepare-se
    • Reúna todas as lembranças que você trouxe da viagem.
    • Há mais alguma coisa que você poderia colocar no livro?
      • Talvez você e seu filho queira desenhar algumas coisas que vocês fizeram durante a viagem.
      • Recorte fotos de revistas para completar as fotos que você tirou ou encontre fotos mais antigas de seu filho para colocar junto às fotografias do passeio.
    • Apanhe seu livro de experiências, seja ele um conjunto de folhas de papel ou um álbum de fotografias, como mencionado antes.
  • Coloque-o em ordem.
    • Como deseja organizar o livro? Para muitas crianças, ter os dados organizados em ordem cronológica seria uma boa ideia porque os ajuda a aprender sobre linhas temporais e relações causais. Por exemplo, “Primeiro fomos ao restaurante e depois comemos uma salada”.
    • Você pode criar uma página com um título como “Viagem de Jack para a Disneylândia” para dar o seu filho um sentido de propriedade de todo o livro.
    • Então prossiga e preencha o resto! À medida que faz isso, continue a falar com seu filho sobre o que aconteceu nas fotos ou em relação aos itens que está colocando no livro.
      • Dê nome às pessoas, lugares ou objetos que você pode ver.
      • Imite sons que lembrem o ambiente, como o rolar ondas ou chilrear dos pássaros.
      • Pergunte a seu filho do que ele gostou em um momento ou lugar específico.
      • Deixe que o seu filho utilize lápis comuns ou de cera para escrever seus pensamentos em palavras ou frases nas páginas.

Não o deixe mofar na prateleira!

Terminar de registrar as experiências no livro não é o fim da jornada. Ao invés disso, mantenha-o à mão e apanhe-o de vez em quando. Dessa forma você pode ajudar a reforçar o idioma usado ao montá-lo e quando seu filho estiver pronto para começar a usar linguagem mais complexa para expandir sobre as mesmas ideias.

Você vai fazer uma viagem e planeja montar um livro de experiências como esse? Mostre-nos depois como ficou!

Este post foi escrito com a ajuda de Joanna Brachmaier, especialista em reabilitação.

Comments

Postagens recomendadas