em Dicas e; Truques, Para pais

Em um post anterior mostramos alguns jogos que você pode jogar para ajudar a criança receptora de implante coclear a desenvolver suas capacidades auditivas. Mas há algo mais a fazer além de apenas jogar jogos? Sim! Eis aqui dez outras técnicas ou estratégias auditivas que você pode usar durante o dia para ajudar a criança a desenvolver suas capacidades auditivas.

Ênfase verbal:

Enfatize um som, palavra ou frase para atrair a atenção para ela. Se você, por exemplo, estiver trabalhando o aprendizado do nome de animais, então pegue um livro de imagens que trata de animais. Cada vez que um animal é mostrado, aponte para ele e enfatize audivelmente ou olhe para seu filho quando disser o nome do animal.

Sanduíche auditivo

Quando apresentar informações a o seu filho, o primeiro passo é fazê-los ouvir sua voz. Se ele não compreender da primeira vez, então use a “técnica do sanduíche auditivo”:

  1. Apenas audição: deixe seu filho ouvir sem quaisquer influências externas para que possa ouvir o que quer que seja que você lhe disse e pensar sobre o que escutou.
  2. Audição com reforço: se o seu filho não compreender, então apresente as informações novamente; mas desta vez adicione algum reforço, como apontar ou fazer gestos, mostrar uma imagem, brinquedo ou objeto ou fazer sinais.
  3. Apenas audição: dê a seu filho outra oportunidade para ouvir por si mesma de modo que ele pode reforçar o que ouviu e o que você disse.

Verificar a compreensão

Faça a ele perguntas específicas sobre o que ele ouviu. As perguntas podem ser do tipo “Qual era a cor do carro?” e devem ser redigidas de modo que você possa determinar a compreensão do que a criança ouviu.

Usando outra pessoa como modelo

Se o seu filho tem dificuldade de responder a uma pergunta ou outro tipo de entrada auditiva, tenha outra pessoa como um irmão ou pai/mãe para responder de maneira apropriada. Depois dele fornecer uma resposta modelo, faça a seu filho a pergunta ou lhe dê novamente o input para que ele possa responder de forma independente.

Por exemplo, se você perguntar a seu filho “Qual é a idade do João?” e seu filho tiver dificuldade em responder, então faça a mesma pergunta a uma pessoa como um irmão ou outro progenitor. Assim que essa pessoa der a resposta certa, por exemplo “John tem 38 anos”, então faça novamente a questão a seu filho. Desta forma o adulto irá agir como um modelo para que o seu filho possa ver e ouvir o modo certo de responder.

Repetição

Continue repetindo as mesmas palavras ou frases de modo que ele tenha diversas oportunidades de ouvir e compreender todo o seu significado.

Reformular

Use palavras diferentes ou mais simples para transmitir o sentido do que você está dizendo.

Fazer uma pausa e aguardar

Se o seu filho apresenta dificuldade para responder, não repita a sua frase ou pergunta imediatamente. Em vez disso, aguardar com expectativa pela resposta da criança. Dessa forma você pode incentivar seu filho a ouvir e acompanhar tudo o que foi dito ou solicitado que fizesse, em vez de esperar que você repita a orientação ou a pergunta.

“Fazer uma pausa e aguardar” é um pouco diferente das estratégias de repetição e de reformulação usadas acima, mas isso não é necessariamente contraditório quando todos são utilizados de forma adequada.

Expandir

Repita o que o seu filho lhe disse, apenas expanda o que foi dito de modo a torná-lo mais correto do ponto de vista linguístico e gramatical.

Por exemplo, se ele diz a frase gramaticalmente incorretamente frase “Eu gosto de chupar uvas, elas gostosas”, você poderia expandi-la dizendo “Eu gosto de chupar uvas porque eles são gostosas”.

Ampliar

Use um vocabulário ampliado para ajudar a criança a desenvolver o seu. Insira novas palavras na conversa. Responda ao que disse seu filho disse e também acrescente um pouco de novas informações relacionadas ao que foi dito ou solicitado, de modo que ele possa desenvolver seu vocabulário.

Esclarecimento

Ensina sua criança a se posicionar melhor. Ao invés de deixá-la dizer “Não o escutei” ou “Pode repetir?”, estimule-o a solicitar informações específicas como “Que você disse que o gato tinha?”. O objetivo aqui é fazer com que solicitem informações específicas, usando qualquer coisa que ouviram ou entenderam ao invés de fazer uma questão genérica que funcionaria em qualquer situação.

Capacidades e exercícios adicionais

Enquanto estas são todas as técnicas que você pode usar no dia a dia, existem muitas mais ferramentas que você pode usar para desenvolver as competências auditivas de seu filho. Em nosso site temos uma gama de atividades para download que você pode usar com o seu filho a desenvolver suas competências auditivas, e para crianças mais velhas pode querer experimentar nosso aplicativo Continentes e Oceanos para iOS ou Android.

Este post foi escrito com a ajuda da MaryKay Therres, um fonoaudiólogo certificado e especialista em reabilitação.

 

Comments

Postagens recomendadas