em Dicas e; Truques, Para pais

Quando você tem um filho com perda auditiva, todo o seu foco como pai ou mãe pode se concentrar no desenvolvimento da linguagem e da pronúncia da criança. É importante lembrar que o desenvolvimento sócio-emocional é igualmente importante. Algumas formas de desenvolver este quesito incluem a construção da confiança, toques carinhosos, pensar alto e usar de vocabulário emocional. As seguintes atividades podem contribuir para o desenvolvimento sócio emocional do seu filho e suas habilidades de linguagem ao mesmo tempo.

Confiança e empatia

Os bebês aprendem que quando choram, o papai, a mamãe e/ou o responsável responderá às suas necessidades. Isto pode acontecer quando querem que sua fralda seja trocada, quando estão com fome ou simplesmente quando desejam carinho, um sorriso ou apenas brincar. Essas interações precoces criam confiança e empatia, que são necessárias para o desenvolvimento sócio-emocional positivo.

Faça papel de bobo!

Às vezes pode parecer que a rotina diária trata apenas do desenvolvimento de vocabulário e expansão de sentenças. Lembre – crianças buscam ativamente o humor e oportunidades para rir! O modo mais simples de começar a incorporar humor ou brincadeiras é durante as sessões de leitura em voz alta. Você pode se divertir usando vozes diferentes, alterando o ritmo da fala ou mesmo encenando a estória. Isto também é ótimo para o desenvolvimento da fala e da linguagem!

Outra forma de ter alguma diversão juntos é no momento de dobrar as roupas. Você pode escolher as roupas de um membro da família, como as do papai. Você pode gentilmente lançá-las para cima no ar antes de dobrá-las. Quando jogar as camisas do papai, use uma variedade de frases ou sons, como “opaaa!”, “lá vai ela!” ou “pra cima!” antes de colocar as roupas sobre uma mesa. Ou use “pra baixo” quando colocar roupas num cesto no chão. Bancar o bobo é uma forma esplêndida de trocar experiências com seu filho e trazer muitos sorrisos e risadas ao aprendizado.

Abraços e beijos

A pele é o maior órgão do corpo, com incontáveis terminações nervosas. É muito importante que bebês e crianças recebam toques amorosos sempre que possível. De fato, dois hormônios, a oxitocina e a vasopressina, são essenciais ao desenvolvimento sócioemocional positivo e sua concentração é aumentada por esses toques amorosos. Cantar canções de ninar, poesias infantis e fazer pantomima com os dedos podem ser formas maravilhosas para incorporar toque e contato visual com seu filho.

Fale sobre o “Porque” quando fizer escolhas

Fazer escolhas positivas é uma parte da vida e é importante para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais do seu filho. Demonstre a tomada de decisões, pensando alto as suas escolhas. Por exemplo, se você vai comprar maçãs, deixe seu filho ouvi-lo falar sobre sua escolha das maçãs vermelhas ao invés das verdes. “As maçãs vermelhas são mais doces e ótimas para um lanche. As maçãs verdes são azedas e não tão boas para um lanche. Já que precisamos de lanches para nossa viagem, vamos pegar as maçãs vermelhas”. Ainda que essa linguagem possa parecer complexa para uma criança nova, elas precisam ver suas expressões fisionômicas e seus gestos, tais como apontar para as maçãs. À medida que progridem as habilidades de expressão oral de seu filho, você já terá o hábito de lhe ensinar esse “pensar alto” ao tomar decisões.

Conversações da vida real

Crianças com audição normal podem “ouvir por acaso” as conversas de seus pais, membros da família ou amigos. Por exemplo, a mãe e o pai podem estar na cozinha tendo uma animada conversa sobre a primeira neve que caiu no ano. Uma criança com audição normal que esteja assistindo TV, conseguirá perceber as nuances das suas vozes e saberá que eles estão animados. Isto estabelece as bases para que uma criança compreenda melhor os pensamentos e emoções dos outros, percebendo as emoções que são transmitidas através das vozes.

No entanto, a situação é diferente para seu filho com perda auditiva. Seu filho pode ter uma “bolha de audição” menor. Seu filho pode ser capaz de ouvi-lo falando na cozinha, mas não ser capaz de compreender realmente a natureza da sua conversa, isto é, que você está animado. Você pode ajudar seu filho a entender a emoção, tendo essa conversa na frente dele e utilizando expressões fisionômicas ou gestos para ajudar a mostrar como você está se sentindo.

Vocabulário expandido

Alegre, triste, zangado ou sonolento, são ótimos adjetivos para iniciar o ensinamento de seu filho. Dependendo do seu nível, introduza algumas outras palavras para ajudar seu filho a expressar seus sentimentos, como animado, frustrado, preocupado, envergonhado, radiante ou cansado. Use diferentes expressões faciais em combinação com essas palavras que expressam emoção para ajudar seu filho a fazer conexões entre expressões faciais e as palavras que eles estão ouvindo. Divirta-se usando essas palavras durante a rotina diária com seu filho, e as destaque-as durante a leitura de estórias.

O ponto mais importante de todos nestas atividades: DIVIRTA-SE FAZENDO BRINCADEIRAS BOBAS!

Este post foi escrito por Virgi Mills, uma usuária de implante coclear bilateral e membro do grupo MED-EL dos Estados Unidos. Virgi foi anteriormente uma professora de educação pré-escolar para crianças com perda auditiva. Atualmente, Virgi é gerente de divulgação nos Estados Unidos, apoiando famílias em suas jornadas com implantes cocleares, assim como profissionais na área de implantes auditivos.

Você gostou deste post sobre o desenvolvimento socioemocional do seu filho? Inscreva-se no blog da MED-EL digitando seu e-mail abaixo para receber informação das últimas dicas de reabilitação, diretamente em sua caixa postal toda semana!

Comments

Postagens recomendadas