em Artigos de Convidados

Você já imaginou visitar a fábrica onde é desenvolvido o seu implante coclear (IC)? E ainda conhecer a pessoa que inventou seu implante? Eu não sei vocês, mas eu sonhava com isso há muitos anos! E se tem uma coisa que a vida me ensinou é que devemos sonhar e imaginar, porque quando menos se espera os sonhos se tornam realidade. Em outubro de 2018, eu realizei esse grande sonho! Só que foi muito maior do que eu podia imaginar e vou contar para vocês agora.

Parecia uma quarta-feira como outra qualquer, se não fosse por um telefonema que eu recebi no finalzinho da tarde. E do outro lado da linha eu ouvi: “Oi, Sheilaaaa!!! Está todo mundo tentando falar contigo! Você foi a selecionada para representar o BRASIL no 1º MED-EL MEETUP mundial em Innsbruck, na Áustria! A fábrica vai abrir suas portas e levar 15 pessoas de todo o mundo para viver uma experiência inesquecível. Você tem até amanhã para preencher o formulário.”

Preciso dizer que quase morri ??? Foi exatamente isso, mas de felicidade! A partir daí, eu não conseguia pensar absolutamente em mais nada, a não ser em treinar o inglês e fazer as malas. Enfim, eu iria conhecer a Profª Ingeborg e o Prof. Erwin, os criadores da MED-EL e do IC! E cada momento que isso vinha em minha mente, meu coração transbordava de alegria, e me dava vontade de chorar… rsrs

Mas você deve estar se perguntando, afinal, como foi e o que fizemos lá? Muita coisa! Confere aí!!!

Uma parada no Castelo e uma pausa para Mozart

Depois de 60 dias de pura expectativa, enfim chegou o dia da viagem. Saí do Brasil e aproveitei para conhecer um pouquinho da Alemanha primeiro. Consegui pegar uns chocolates deliciosos em Munique e visitar o Castelo Neuschwanstein, que inspirou o Filme da Cinderela. Sim, castelos, príncipes e princesas são outras paixões minhas, e, claro, não esqueci de levar minha coroa rsrs… Após, segui de trem para Salzburgo, a cidade do Mozart, na Áustria. Quem me conhece sabe como amo música clássica e óperas. Foi fantástico!

O Primeiro Encontro

Nas semanas que antecediam o Meetup, eu já pude interagir com os demais participantes que estavam vindo de várias partes do mundo, através de um grupo virtual. Mas nada como a emoção de conhecer e abraçar cada um deles pessoalmente no coquetel de abertura. E não teve como não se emocionar já no primeiro dia, ao ouvir Veronika, implantada da Áustria, tocar uma música no piano do Hall do Hotel, música que ela mesma compôs.

Vários funcionários da MED-EL estavam presentes para nos receber, e o fizeram com tanto carinho e atenção, que mesmo em meio a tantos idiomas e sotaques, tudo deu certo, e eu não tive dúvida de que viriam dias incríveis pela frente.

Confesso que a alegria de brasileiro não faltou lá. Por que eu representei vocês com toda empolgação, curti cada segundo, e fiz jus ao título. E a primeira participante que conheci ao chegar ao hotel foi a Bárbara, a implantada da Argentina. Eita! Daí já viu, neh?! Pelé e Maradona nos perdoem, mas foi aquela amizade a primeira vista, que você se pergunta: Porque não começou antes?! E haja risadas entre “Macarenas” e “Ai se eu te pego”.

E a partir dalí, ganhei 14 amigos especiais espalhados pelo mundo e unidos pelo som: Laura, Patricia e Ruth (Reino Unido), Veronika (Austria), Anette (Dinamarca), Ivana (Croácia), Colleen, Chella e Mary Beth (EUA), Barbara (Argentina), Maaike (Holanda), Carolien (Bélgica), Zhanna (Casaquistão) e Zoya (Russia). Tantas nacionalidades, idiomas e experiências em histórias que, apesar de únicas, eram ao mesmo tempo uma só: a da alegria de poder ouvir.

A Fábrica da MED-EL

Durante a programação do MED-EL MEETUP, nós pudemos conhecer a fábrica e ver passo a passo como o IC é produzido e como a tecnologia evoluiu ao longo dos anos. Você sabia que um único dispositivo de implante coclear demora cerca de 3 a 4 semanas para ser feito? E que nós já somos mais de 170.000 implantados no mundo pela MED-EL, em cerca de 121 países?

Aprendemos, com o Peter e sua equipe, como o feixe de eletrodos é inserido dentro da cóclea, e nos tornamos “cirurgiões por um dia” utilizando simuladores do centro de treinamento da MED-EL. Demais, né?!

Nós também participamos de gravações, dinâmicas em grupo e workshops sobre como lidar com situações diárias a fim de melhorar nossa comunicação; como falar sobre a surdez e o IC para outras pessoas com perda auditiva; recebemos dicas e orientações sobre o manuseio e cuidados com o processador de fala e acessórios; e ainda experimentamos outras tecnologias assistidas disponíveis para aumentar nossa qualidade de vida.

O fantástico MED-EL Team

E vocês não vão acreditar!!! Nós tivemos o privilégio de conhecer e almoçar com pessoas muito importantes da fábrica, como os funcionários que passam o dia na linha de produção confeccionando os ICs; a equipe do suporte técnico, que conserta nossos processadores sempre que precisamos; o time de marketing que organizou o evento de uma maneira sensacional; os reabilitadores, designers, produtores e editores dos vídeos e publicações da MED-EL. E também com os pesquisadores que passam dia após dia testando e desenvolvendo as novas tecnologias para a gente poder ouvir. Que emoçãoooo!

Vocês devem estar curiosos para saber se existe algum brasileiro trabalhando na fábrica… Na verdade, lá tem gente de todo lugar, e claro, do Brasil não podia faltar. E eu pude conhecê-los e falar um pouquinho em português também rsrs. A Nathalia trabalha no marketing e o Henrique na produção dos vídeos da MED-EL, eles são uns fofos, e me deram uma ajudinha no inglês e dicas sobre a cidade.

Conhecer todos eles foi especial porque pudemos matar a curiosidade, tirar fotos, fazer várias perguntas e agradecer pelo trabalho que eles têm feito para gente poder ouvir. Quanta coisa não é mesmo? Mas como dizem, o melhor sempre fica para o final. Está curioso sobre o final da viagem? Bom, no próximo post eu prometo contar tudo!

Sheila de Souza Vieira

Surda aos 13 anos de idade devido à meningite e usuária de implante coclear há 20 anos.
Mestre em Enfermagem (UFSCar).
Doutora em Distúrbios da Comunicação Humana (UNIFESP).
Atualmente é enfermeira do Tribunal de Justiça de São Paulo e está cursando fonoaudiologia.

Comments

Postagens recomendadas