em Dicas e; Truques

Certifique-se de que seu filho faz as atividades de reabilitação via implante coclear corretas e apropriadas para sua idade. Veja como.

Uma criança começará a desenvolver suas habilidades orais em três estágios bastante previsíveis:

  1. Usando de sons ou tentantando imitar palavras
  2. Usando palavras individuais
  3. Usando várias palavras combinadas

Toda criança irá desenvolvê-las em velocidades diferentes. Nem todos os que receberam um implante coclear há um ou cinco anos terão as mesmas habilidades. É por isso que o melhor tipo de atividades de reabilitação para usuários de implantes cocleares são aqueles ajustados à idade auditiva e necessidades individuais do usuário, em vez de um programa que afirma que ter sido projetado para uma criança de x anos de idade. Esta é a reabilitação da MED-EL é: não acreditamos na estratégia de tamanho único, de modo que nossos recursos são feitos para serem misturados e combinados para que eles possam se ajustar perfeitamente às necessidades de seu filho.

Estratégias diferentes para ajudar seu filho

As atividades de reabilitação são desenvolvidas em torno de diferentes técnicas de comunicação. Essas técnicas são como blocos de construção, e você pode usar tanto uma única técnica como combiná-las.

Abaixo encontram-se algumas informações práticas sobre reabilitação e algumas atividades fáceis, úteis e diferents para diferentes idades auditivas.

Expansão

Repita o que seu filho disse para assegurar a correção gramatical. Você não está acrescentando nenhuma informação nova, apenas usando as ideias de seu filho em uma sentença correta.

Por exemplo, se ele diz a frase gramaticalmente incorretamente “Eu gosto de chupar uvas, elas gostosas”, você poderia expandi-la dizendo “Eu gosto de chupar uvas porque elas são gostosas”. A expansão irá ajudar seu filho imediatamente o modo como ele deve estruturar suas palavras de um modo gramaticalmente correto.

Extensão

Extensão aqui significa a adição de novas informações. Quando você responder seu filho, acrescente algumas poucas palavras relativas ao que ele disse de modo que ele possa desenvolver seu vocabulário e aprender como combinar mais palavras em suas sentenças.

Por exemplo, se seu filho disser “O bebê chorando”, você pode replicar “O bebê está chorando porque está com fome”. Ao estender a sentença você está dizendo o motivo pelo qual o bebê está chorando, ou seja, você acrescenta nova informação.

Realce

Realçar aqui significa enfatizar um som ou palavra específica para chamar a atenção para ela.

Por exemplo, se seu filho diz “Papai comendo”, “Papai está comendo.” Você pode realçar uma palavra aumentando o tom de sua voz ou encompridando a palavra ao pronunciá-la.

Fazer uma pausa e aguardar

Não repita imediatamente a questão a seu filho nem a responda você mesmo. Permita e encoraje seu filho a começar a falar permanecendo calado e olhando para ele com expectativa, aguardando sua resposta.

Deseja conhecer mais estratégias? Veja estas seis estratégias adicionais que reunimos!

Três atividades específica de reabilitação via implante coclear

A seguir você encontrará três diferentes atividades que podem trazer essas estratégias à vida. Novamente, escolha a adequada à idade auditiva de seu filho. Assim que perceber que ele pode realizá-la, avance para a seguinte.

1.      Crianças começando a falar

Estas atividades são para alguém que está começando a usar sua voz. Tudo que você precisa é de uma bola.

  1. Comece jogando uma bola para frente e para trás.
    1. Diga “vai” toda vez que seu filho joga a bola e encoraje-o a dizer “vai” quando você estiver prontoa para jogá-la para ele.
    2. Use a estratégia de fazer um pausa e aguardar olhando para seu filho com expectativa, e espere que ele diga algo antes de jogar a bola.
  2. Quando seu filho começar a associar palavras, acrescente um jogador a esse jogo. Use frases curtas para mencionar a pessoa e o que deseja fazer.
    1. Por exemplo, ao segurar a bola e jogá-la ao terceiro jogador, diga “Papai, pegue a bola.” Passe a bola para o papai e faça com que ele a pegue.
    2. Então ele dirá “nome da criança pegue a bola” e jogue a bola para a criança.
    3. Seu filho pode então escolher um dos pais com quem falar e o que ele deve fazer (jogar, rolar, fazer pular, pegar, tocar etc.). Na primeira vez que seu filho associar palavras, ele não usará todas as palavras em uma sentença. Ele pode começar com “mamãe jogue” e então com o tempo passe a usar conectores.
  3. Com o tempo, comece a introduzir preposições através de um jogo de esconde-esconde.
    1. Coloque uma caixa no meio da sala e então esconda-a em algum lugar.
    2. Diga a seu filho onde ela está usando uma frase simples com uma preposição (“A bola está debaixo da cadeira”, “A bola está no sofá”).
    3. Quando seu filho encontrar a bola, deixe que ele faça uma cesta.
    4. Então deixe que ele esconda a bola e lhe diga onde ela está. Se ele disser “A bola está atrás do carro”, repita a sentença para ele e enfatize-a dizendo “Sim, ela está atrás do carro!”.

2.      Uma criança que pode associar palavras

Estas atividades são para alguém que começou a conectar palavras. Você pode realizá-las apenas fazendo uma caminhada.

  1. Comece por caminhar ao redor de um parque ou da vizinhança.
    1. Aponte as coisas diferentes que vê.
    2. Ao apontar algo, diga à criança: “Vejo um pássaro”, “Vejo uma árvore”, “Vejo um cachorro.” Continue a usar a frase de entrada “Vejo um(a)…”
    3. Incentive seu filho a apontar objetos usando a mesma frase.
  2. Quando seu filho se sentir confortável ao identificar coisas, comece a descrevê-los.
    1. Ao apontar para alguma coisa, descreva-a: “Vejo um pássaro vermelho”, “Vejo uma árvore que parece velha”, “Vejo um cachorro grande e preto.”
    2. Incentive seu filho a usar palavras descritivas ao apontar para coisas.
    3. Estenda e expanda o que seu filho diz de modo que ele possa ouvir algumas palavras novas e corrija as estruturas gramaticais que ele porventura use em suas frases.
  3. Utilize sentenças mais complexas.
    1. Utilize sentenças mais complexas para descrever o que acontece. “O cachorro que está do outro lado da rua está dormindo”, “O carro estacionado atrás da árvore é verde”, “A mulher que usa uma jaqueta preta parece estar com frio”.
    2. Por meio de extensão e expansão, incentive seu filho a usar essas sentenças.

3.       Utilizando sentenças complexas

Assim que seu filho começar a associar palavras e usar sentenças complexas, você pode passar para atividades mais avançadas. As apresentadas a seguir podem ser usadas enquanto se veste.

  1. Coloque à disposição de seu filho todas as roupas e deixe-o escolher o que ele quer usar.
    1. Revise seus nomes e faça seu filho dizer quais ela deseja: “Meias, sapatos, camisas, calças…” “Quero essas meias”, “Quero a camisa…”
    2. Faça uma pause e aguarde até que a criança lhe fale ao invés de apenas apanhar uma peça de roupa.
  2. Incentive seu filho a usar palavras descritivas em uma sentença.
    1. É semelhante àquela acima, apenas você estará encorajando seu filho a ser mais descritivo.
    2. Deixe seu filho apanhar roupas dizendo-lhe coisas como: “Quero a camisa laranja e azul”, “Quero minhas calças pretas”, “Quero as meias listradas.”
  3. Comece a usar os verbos no passado, presente e futuro.
    1. Faça perguntas ao seu filho ou teça comentários que tenham a ver com o tempo: “O que você vai vestir hoje?”, “O que você está vestindo agora?”, “Esta é a camisa que você usou”.
    2. Incentive seu filho a usar sentenças que têm relação com o tempo.
      1. Futuro: Quando seu filho estiver escolhendo roupas específicas, peça-lhe que use palavras como “Eu irei usar minha camisa amarela hoje”, ou “vou usar meus tênis hoje”.
      2. Presente: Assim que seu filho estiver vestido, peça-lhe que descreva o que está usando: “Agora estou usando minha camisa amarela” ou “Estou sando meus tênis agora.”
  • Passado: Peça-lhe que guarde suas roupas do dia anterior e pergunte o que ele usou: “Eu usei minha camisa vermelha ontem” ou “eu usei minhas botas ontem”.

Atividades como essas são as que devem ocorrer normalmente durante o dia. Você não precisa reservar um período de tempo específico para o “tempo de reabilitação”. Quando seu filho estiver entusiasmado com o que estiver fazendo no dia a dia, ele provavelmente será muito mais capaz de aprender com isso.

Este post foi escrito com a ajuda da MaryKay Therres, um patologista da linguagem oral e especialista em reabilitação na MED-EL

 

Comments

Postagens recomendadas