em Dicas e; Truques, Para pais

Habilidades de linguagem auditiva e oral são habilidades críticas para a vida. O desenvolvimento da fala clara permitirá a seu filho comunicar-se com outros através da linguagem e expressar-se compartilhando ideias, preocupações e pensamentos. Aqui estão nossas sete dicas para encorajar o desenvolvimento da fala de seu filho.

Primeiramente, vamos definir fala – que é diferente de linguagem. Fala refere-se aos sons que fazemos quando nos comunicamos. Isto inclui as vogais e as consoantes, o ritmo, o padrão e a qualidade do som.

Vamos começar.

1: Ótimo acesso ao som

As crianças aprendem a dizer os sons e as palavras que são capazes de ouvir claramente. Assim, ter acesso ao som é um elemento chave no desenvolvimento e criação de habilidades auditivas. É importante para as crianças, ser capazes de ouvir sons falados em baixa, média e alta frequência. Isso lhes permitirá usar esses sons em sua linguagem falada. O Teste de Som Ling 6 é um modo prático para garantir que seu filho esteja habilitado a ouvir os sons da fala necessários para construir suas habilidades auditivas e orais.

2: Ambiente auditivo

O ambiente auditivo refere-se ao local onde se encontra a criança e aos sons presentes nesse espaço. Quando seu filho está aprendendo novas palavras ou sons, é importante que o ambiente da audição apoie seu aprendizado. Por exemplo, um quarto amplo com sons de fundo, como música e outras crianças brincando, pode ser muito distrativo e dificultar a audição. Um ambiente auditivo melhor seria um quarto menor, sem música sendo tocada e com menos pessoas. Para ajudar seu filho a ouvir claramente, reduza o ruído de fundo no ambiente auditivo, por exemplo, desligando a TV, música, o ar condicionado ou o aquecimento.

3: Mais próximo – não mais alto – é melhor

Ao interagir com seu filho com perda auditiva, sente-se a seu lado para diminuir a distância entre você e seu processador de áudio. Isso o ajudará a ouvir sua voz e fala com clareza. Use um volume de conversação natural ao falar com seu filho, uma vez que elevar o volume de sua voz pode distorcer ou alterar os sons de sua fala. Se você está preocupado com a possibilidade de seu filho não ouvi-lo, aproxime-se dele ao invés de elevar sua voz. Idealmente, procure estar a uma distância máxima de um metro do processador quando se comunicar.

4: Linguagem natural com repetição natural

Para desenvolver habilidades de fala, seu filho precisa ser regularmente exposto a uma linguagem clara. É importante que seu filho escute a linguagem sendo usada em várias situações relevantes e naturais. Situações naturais incluem as atividades diárias de seu filho, como: conversar sobre os planos do dia na mesa do café da manhã, escolher as roupas que irá vestir, chamar os animais de estimação para comer e falar ao telefone. O uso da linguagem em situações naturais ajuda seu filho a relacionar a linguagem que você usa às atividades. Isso irá motivá-lo a participar também. O professional de audição de seu filho pode fornecer sugestões de atividades que darão suporte a seus objetivos terapêuticos. Por exemplo: uso em casa de palavras que começam ou terminam com um som específico para corrigir a pronúncia da fala.

5: Ênfase verbal

A ênfase verbal é uma ótima estratégia para desenvolver a fala de seu filho. Essa estratégia torna um som específico mais interessante de se ouvir. Também torna algumas palavras ou frases mais fáceis de serem imitadas por seu filho. O uso dessa estratégia acrescenta interesse aos sons nos quais você está focando. Por exemplo, alongar o som do “m” em “bom”, para “bommmmm”. Aumentar o tom e o ritmo de uma palavra, como quem canta uma canção, por exemplo “aaaallôôô!”

6: Orientação de um profissional

Ao desenvolver a fala de seu filho, é importante trabalhar em estreita colaboração com um especialista nesse campo, como um patologista de linguagem e fala ou um professor de surdos. O desenvolvimento da fala está estreitamento ligado com a audição. Desse modo, é importante que o professional também seja um especialista no campo da perda auditiva.

7: Divirta-se!

A melhor maneira de uma criança aprender a linguagem ouvida e falada é por meio de atividades que a interessem. Quanto mais alegria e diversão você puder colocar nas interações com seu filho, tanto maior será sua motivação para aprender.

Este post foi escrito por Ingrid Steyns, uma patologista certificada de fala e linguagem, especialista em linguagem oral e auditiva e gerente de reabilitação na MED-EL.

Você gostou deste post sobre desenvolvimento da fala? Descubra como saber se você ou seu filho deveriam visitar um patologista de fala e linguagem.

Inscreva-se no blog do MED-EL digitando seu e-mail abaixo para receber dicas e sugestões de reabilitação semanalmente diretamente em sua caixa de entrada!

Comments

Postagens recomendadas