em Tecnologia

Vocês nos deram uma grande resposta em nosso post Cinco fatos surpreendentes sobre a cóclea, de modo que gostaríamos de ir um pouco adiante e mostrar algumas imagens reais da orelha e de seus componentes responsáveis pela audição.

Comecemos com uma imagem de todo a orelha interna, que é a parte da orelha que contém a cóclea. Você pode vê-la na imagem no topo desta página. (Esta foto é cortesia de Helge Rask-Andersen, MD, Uppsala University Hospital, Uppsala, Suécia)

É um modelo plástico de uma orelha interna real. A estrutura em formato espiral do lado esquerdo é a cóclea, que contém as estruturas nervosas que detectam vibrações acústicas e as transformam em informação elétrica que o cérebro reconhece como som.

Agora, vamos observar mais atentamente o interior da cóclea:

Imagens da orelha No fundo da cóclea

Foto cortesia de C. G. Wright, Ph. D., UT Southwestern Medical Center, Dallas, EUA.

Esta é uma cóclea que foi aberta para que você possa ver as células nervosas em seu interior: cada uma das pequenas linhas que você vê dentro da cóclea é uma célula nervosa. Elas estão posicionadas por todo o caminho, da base (da parte superior da imagem) até o ápice (a parte mais interna da espiral). Diferentes partes da cóclea respondem a diferentes frequências de som, de frequências muito altas (na base) até as muito baixas (no ápice).

Mas a cóclea não é um órgão bidimensional. À medida que gira, também se curva:

Imagens da orelha No fundo da cóclea

Foto cortesia de C. G. Wright, Ph. D., UT Southwestern Medical Center, Dallas, EUA.

A parte mais interna (e, nesta imagem, a mais superior) da espiral é o ápice.

A cóclea é realmente pequena: da base até o ápice, a cóclea média tem apenas 31,5 mm de comprimento e apenas cerca de 10 mm de diâmetro no seu ponto mais largo!

Aqui podemos ver quando um feixe de eletrodos de implante coclear está parcialmente inserido:

Imagens da orelha No fundo da cóclea

Foto cortesia de Adrian Eshraghi MD, University of Miami Miller School of Medicine, Miami, EUA.

Foi cortado no meio para que você possa ver de que modo o eletrodo se ajusta lá dentro.

O feixe de eletrodos consiste em fios em formato de onda e contatos metálicos encapsulados em silicone. Os fios parecem ser de prata porque são feitos de uma mistura de platina e irídio, dois metais que se combinam para criar fios que são fortes e capazes de conduzir corrente elétrica com facilidade.

Imagens da orelha No fundo da cóclea

Foto cortesia de Univ.-Prof. Dr. med. Dr. h. c. Karl-Bernd Hüttenbrink, Uniklinik Köln, Colônia, Alemanha.

Este é um raio-X da cóclea com o feixe de eletrodos inserido. Você pode ver como um feixe de eletrodos acompanha as curvas da cóclea. Cada um dos pontos escuros no feixe de eletrodos é um contato metálico, e são esses contatos que transmitem a estimulação elétrica do implante coclear às células nervosas da cóclea.

E se você já se perguntou como parece um eletrodo MED-EL enquanto ele está sendo inserido em uma cóclea, confira o vídeo abaixo. O vídeo é uma fluoroscopia, que é uma técnica que utiliza raios-X para capturar imagens se movimentando em tempo real.

Inscreva-se no blog da MED-EL para receber imagens e fatos incríveis sobre audição toda semana!

Comments

Postagens recomendadas