em Tecnologia

Anteriormente, mostramos um pouco sobre como o FMT transforma o “som” no implante de orelha média VIBRANT SOUNDBRIDGE, e agora é hora de fazer o mesmo para o implante coclear. Para um IC, é o feixe de eletrodos que fornece a conexão essencial entre o implante e a cóclea.

O feixe de eletrodos é a parte tecnológica que envia sinais elétricos do implante (como o CONCERTO ou o SONATA) para a cóclea. Anteriormente conversamos sobre como um eletrodo fica quando é inserido na cóclea e conhecemos a história por trás de alguns de nossos eletrodos.

Agora, vamos falar sobre um feixe de eletrodos de implante coclear.

Feixe de eletrodos completo

Para início de conversa, o que vem a ser um feixe de eletrodos? Há duas partes proeminentes em um eletrodo de IC completo, o eletrodo e o feixe de eletrodos.

Abaixo pode-se ver um feixe de eletrodos de IC:

eletrodo completo

Na extrema esquerda encontra-se o início dos fios em forma de onda, que serão conectados diretamente à parte eletrônica de um implante, como o CONCERTO. À direita encontra-se o final do feixe de eletrodos, a parte que é inserida na cóclea. No meio, há uma série de fios em forma de onda envoltos em silicone, com aproximadamente 100 mm de comprimento, para garantir um amplo alcance a fim de que estes completem toda a cóclea.

O feixe de eletrodos é um nome especial para a parte do eletrodo que é inserido na cóclea. Os feixes de eletrodos da MED-EL variam em comprimento, de aproximadamente 20 a 30 mm de comprimento.

Esta imagem de raio-X mostra um paciente com implantes bilaterais. Você pode ver como o comprimento longo do feixe de eletrodos permite que haja espaço suficiente entre o implante e o conjunto de eletrodos.

Raio-X da cóclea com o implante coclear

Vamos examinar mais de perto o início do feixe de eletrodos:

Parte superior do eletrodo

Esses fios atravessam o contorno de silicone até a extrema direita do feixe de eletrodos, onde eles se conectam com os contatos que estão localizados dentro da cóclea. É ao longo desses fios que os efetivos sinais elétricos são enviados, e cada fio é responsável por transportar um canal de som.

Assim se parecem os fios quando são encaixados dentro do silicone do feixe de eletrodos:

fios

Os fios e os contatos são de uma liga de 90% de platina e 10% de irídio, dois metais que combinados formam um fio robusto e condutor de energia.

Feixe de eletrodos

Como dissemos ainda, o feixe de eletrodos é a parte que na verdade é inserida na cóclea durante uma implantação de IC.

A seguir, alguns dos diferentes feixes de eletrodos da MED-EL. Cada feixe é mostrado em duas posições, de cima (onde é possível ver um conjunto de contatos) e de dentro (onde é possível ver dois conjuntos de contatos). Existem algumas características de design únicas para cada matriz de eletrodos e discutiremos exatamente o que elas são em um futuro post.

Feixes de eletrodos padrão

Feixes de eletrodos padrão

Feixe de eletrodos FORM

Feixe de eletrodos FORM

Feixe de eletrodos FLEX

Feixe de eletrodos FLEX

E como um desses contatos se parece? Aqui está uma imagem aproximada de alguns contatos de eletrodo:

contatos

Como nos fios em forma de onda, cada contato é feito de uma liga de platina-irídio. Os contatos representam os locais ao longo de todo o eletrodo em que a corrente elétrica passa do feixe de eletrodos para a cóclea.

Veja agora como se parece o último eletrodo em um feixe de eletrodos. Este é o eletrodo que estimula profundamente as frequências mais baixas do som na região apical da cóclea. Nesse ponto, o feixe de eletrodos tem aproximadamente 0,5 mm de diâmetro.

fim

Esperamos que tenha apreciado ver como se parece o interior de um eletrodo de IC! Caso deseje saber mais sobre um IC em geral, por que não visitar o website da MED-EL ou assistir alguns vídeos que explicam o funcionamento de um IC?

Comments

Postagens recomendadas