em Tecnologia

Quanta capacidade intelectual é necessária para projetar um implante coclear?

Esta é a terceira e última postagem de uma série dos bastidores sobre como um implante coclear MED-EL é feito. Em postagens anteriores, mostramos como fabricamos nossas matrizes de eletrodos e implantes cocleares.

Agora, vamos mergulhar na pesquisa e desenvolvimento que fazemos aqui na MED-EL: para dar a você uma ideia do trabalho e expertise necessários para fazer um dispositivo médico tão avançado. Algumas partes das imagens foram desfocadas porque incluem informações sobre produtos que ainda estão em desenvolvimento.

Então, primeiro, o que exatamente é pesquisa e desenvolvimento? Na MED-EL, é a colaboração de nossas maiores mentes de pesquisa e engenharia e suas especialidades – física, eletrônica, programação, fabricação, design, testes e muito mais – para fazer implantes cocleares de classe mundial.

Como um implante coclear MED-EL é feito: Parte 3

Todos os novos produtos começam com o design. Aqui, uma de nossas engenheiras mecânicas está trabalhando no projeto da forma de um novo implante coclear (ainda confidencial). Ela deve considerar uma série de fatores diferentes para fazer uma combinação de leve e forte, de compacto, porém cheio de recursos e muito mais. Ao trabalhar em conjunto com outras equipes de engenheiros de P&D, ela é capaz de transformar suas ideias em realidade.

Uma vez que todos os planos para um implante ou novo projeto de eletrodos estejam em ordem, então seguimos com a prototipagem e teste.

Às vezes, esses protótipos são mock-ups (modelos sem funcionar), e às vezes eles são quase exatamente como o implante que você pode ter recebido. São esses protótipos que testamos e analisamos, repetidamente, para garantir que temos o melhor implante possível.

Como um implante coclear MED-EL é feito: Parte 3

O cérebro eletrônico do implante está nos chips do computador. São esses chips que recebem informações de som do processador de áudio e as enviam para a cóclea com pulsos elétricos de até 50.704 vezes por segundo.

Aqui, nosso engenheiro elétrico está testando vários circuitos de computador diferentes. Ao analisar seu desempenho, podemos descobrir qual design permitirá que nossos implantes proporcionem a melhor qualidade auditiva.

A mesma coisa acontece com a construção física do implante: estamos sempre pensando em novos projetos ou maneiras de fabricar um implante, e a única maneira de saber se eles vão funcionar com certeza é realmente fazendo-os. Aqui, um de nossos engenheiros de prototipagem está trabalhando em um novo design para um implante. Se sua mesa se parece com as bancadas de fabricação que mostramos na parte 2 desta história, é porque: fabricamos nossos protótipos com os mesmos padrões meticulosos que fazemos com nossos implantes “reais”.

Como um implante coclear MED-EL é feito: Parte 3

Também fazemos testes físicos em todos os materiais que entram em um implante: os fios de platina-irídio, o invólucro de titânio e muito mais. Ao bombardeá-los com diferentes ambientes, gases, temperaturas, produtos químicos, correntes elétricas e muito mais, podemos ter certeza de que estamos usando apenas os melhores materiais.

Por exemplo, aqui um de nossos engenheiros de fabricação está investigando como diferentes tratamentos de superfície afetam o titânio usado em nossos implantes cocleares. Como o revestimento de silicone do implante adere aos diversos materiais e superfícies de maneira diferente, precisamos testar uma variedade de materiais e superfícies para garantir que usamos o melhor em nossos implantes.

Neste experimento, nosso engenheiro de fabricação está usando um sistema de tratamento de plasma, investigando tipos de tratamento para o titânio. Ele coloca o titânio na câmara hermética e o preenche com gases específicos que reagem à energia e alteram o titânio.

Como um implante coclear MED-EL é feito: Parte 3

Mas para nós, não é bom o suficiente apenas olhar para os componentes de um implante com olhos humanos. Testamos implantes reais metodicamente em condições do mundo real. Para isso, nossos engenheiros de prototipagem fabricam componentes de implantes, e até implantes completos, com o único propósito de levá-los ao limite.

Abaixo está uma das salas onde fazemos alguns de nossos testes mecânicos.

Como um implante coclear MED-EL é feito: Parte 3

Por exemplo, aqui nosso engenheiro de teste está analisando a resistência de uma matriz de eletrodos feita com um certo tipo de fios de platina-irídio. Os resultados podem nos ajudar a saber qual mistura de materiais e etapas de fabricação nos fornecem o melhor equilíbrio entre confiabilidade e flexibilidade. Desta forma, podemos fabricar os conjuntos de eletrodos mais macios e flexíveis.

Somente submetendo nossos protótipos às condições mais extremas é que sabemos que construímos o melhor implante coclear que podemos.

Quando nossos engenheiros finalizam o protótipo, ele é transformado em um projeto de implante coclear que está pronto para fabricação. Nesse ponto, estamos em um novo “começo”: fazer a matriz de eletrodos, fabricar o implante coclear e projetar a próxima geração.

 

Então, esperamos que você tenha gostado dessa visão interna sobre como elaboramos nossos implantes cocleares aqui na MED-EL. Estamos orgulhosos das equipes dedicadas de engenheiros, pesquisadores, técnicos e tantos outros que você viu apresentados aqui, que trabalham ao máximo para fazer os melhores implantes cocleares possíveis. Fazemos isso há mais de 30 anos e continuaremos fazendo: continuando a elevar o padrão e a fabricar os melhores implantes cocleares possíveis.

Para ver as primeiras etapas publicadas anteriormente clique:

Como são feitos os implantes cocleares MED-EL Parte 1

Como são feitos os implantes cocleares MED-EL Parte 2

Quer saber mais sobre implantes auditivos e cocleares? Confira outras postagens populares no Blog MED-EL

E não se esqueça de se inscrever no blog MED-EL para continuar recebendo ótimas informações como esta!

Comments

comments

Postagens recomendadas